Prophylaxis – Clínica de Vacinação

TESTES E TRATAMENTOS PARA COVID-19

TESTES E TRATAMENTOS PARA COVID-19

Líderes globais se unem para garantir que qualquer pessoa, em qualquer lugar, tenha acesso a novas vacinas, testes e tratamentos para a COVID-19
Encontro sem precedentes entre chefes de governo, instituições e indústria cimenta o comprometimento para acelerar o desenvolvimento e a entrega para todas as populações

Chefes de estado e líderes de saúde globais firmaram hoje um compromisso sem precedentes para acelerar o desenvolvimento e a produção de novas vacinas, testes e tratamentos para a COVID-19 e assegurar o acesso igualitário ao redor do mundo.

A pandemia de COVID-19 já afetou mais de 3.2 milhões de pessoas, matando mais de 220 mil. Ela vem cobrando um preço alto a famílias, sociedades, sistemas de saúde e economias ao redor do mundo e, enquanto o vírus ainda ameaçar qualquer país, o mundo inteiro estará em risco.

Existe uma urgência – enquanto se mantém medidas de isolamento físico e testagem em massa de todos os que tiveram contato com quem foi diagnosticado com a COVID-19 – de novas maneiras de se fazer diagnósticos, novos tratamentos e, principalmente, de uma nova vacina contra a doença.
“Nós só vamos parar a COVID-19 através da solidariedade”, diz o Dr. Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS). “Países, líderes de saúde, fabricantes e o setor privado precisam agir em conjunto para garantir que os frutos da pesquisa e da ciência possam beneficiar a todos”.

O trabalho já começou. Desde janeiro, a OMS tem trabalhado com pesquisadores de centenas de instituições para desenvolver e testar vacinas, padronizar estudos e regulamentações e definir critérios para priorizar candidatos à vacina. A Organização tem usado diagnósticos pré-qualificados ao redor do mundo. Vem coordenando testes em escala global para avaliar a segurança e eficiência de quatro tratamentos possíveis contra a COVID-19.
O desafio agora é acelerar e harmonizar os processos para garantir que, uma vez que os resultados se mostrem seguros e eficientes, eles podem ser levados às bilhões de pessoas ao redor do mundo que precisam deles. Experiências passadas, por exemplo nos primórdios do desenvolvimento de um tratamento contra o HIV ou de vacinas contra o vírus H1N1 em 2009, mostram que, mesmo quando as ferramentas estão disponíveis, elas não foram colocadas igualmente à disposição a todos.

Então, líderes participaram de um evento virtual hoje, co-organizado pela OMS, pela presidência da França, pela presidência da Comissão Europeia e pela Fundação Bill & Melinda Gates. No evento, se uniram o Secretário Geral das Nações Unidas, o chefe da Comissão de União Africana, o presidente do G20, os chefes de Estado da França, África do Sul, Alemanha, Vietnã, Costa Rica, Itália, Ruanda, Noruega, Espanha, Malásia e Reino Unido (representado pelo Primeiro Secretário de Estado).

Líderes de saúde da Coalizão para Inovações em Preparo para Epidemias (CEPI), da GAVI-Aliança pela vacina, do Fundo Global, da UNITAID, da Wellcome Trust, da Cruz Vermelha internacional, da Federação Internacional de Fabricantes Farmacêuticos (IFPMA), da Rede de Fabricantes de Vacinas dos Países em Desenvolvimento (DCVMN) e da Associação Internacional de Remédios Genéricos e Biossimilares (IGBA) se comprometeram a trabalhar juntos, guiados por uma visão em comum de um planeta protegido do sofrimento humano e das devastadoras consequências sociais e econômicas da COVID-19. A eles, se juntaram dois enviados especiais: Ngozi Okonjo-Iweala, presidente da Gavi Board, e Sir Andrew Witty, antigo CEO da GlaxoSmithKline.

Eles se comprometeram a trabalhar em direção ao acesso global baseado em um nível de parceria sem precedentes. Concordaram em criar uma voz forte e única, baseados em experiências passadas e com responsabilidade perante o mundo, as comunidades e uns aos outros.
“Nosso compromisso em comum é garantir que todas as pessoas tenham acesso a todas as ferramentas para prevenir, detectar, tratar e derrotar a COVID-19”, diz o Dr. Tedros. “Nenhum país ou organização pode fazer isso sozinho. O acesso ao Acelerador de Ferramentas da COVID-19 junta o poder combinado de diversas organizações para trabalhar em velocidade e escala”.

Os líderes de saúde convocaram a comunidade global e os líderes políticos a dar suporte a essa colaboração e a doadores para prover os recursos necessários para acelerar o cumprimento destes objetivos, capitalizando na oportunidade proveniente desta iniciativa que se inicia em 4 de maio de 2020. Essa iniciativa, capitaneada pela União Europeia, tem como objetivo mobilizar os recursos necessários para acelerar o trabalho em direção à proteção do mundo da COVID-19.

Fonte:
https://www.who.int/news-room/detail/24-04-2020-global-leaders-unite-to-ensure-everyone-everywhere-can-access-new-vaccines-tests-and-treatments-for-covid-19

admin