Doença causada pelo Hemófilo B

DOENÇA CAUSADA PELO HAEMOPHILUS INFLUENZAE TIBPO B (Hib)



1 – O que é?

A doença por Haemophilus influenzae tipo b ou hemófilo b (Hib) é uma doença séria provocada por bactérias. Normalmente, ela afeta crianças com menos de 5 anos de idade. Ela também pode afetar adultos com certos problemas médicos.

A criança pode contrair doença por hemófilo b por contato com outras crianças ou adultos que podem ser portadores da bactéria sem saber. Elas são transmitidas de pessoa a pessoa por via respiratória (gotículas de saliva, beijo, etc.). Se elas permanecerem no nariz e na garganta da criança, ela provavelmente não adoecerá. Mas, às vezes, as bactérias se espalham para os pulmões ou para a corrente sanguínea, e nessa situação o hemófilo pode causar problemas sérios. Isso é chamado de doença invasiva por hemófilo.

Antes do advento da vacina, a doença causada pelo hemófilo era uma das principais causas da meningite bacteriana nas crianças menores de 5 anos, podendo deixar sequelas importantes como surdez e comprometimento cerebral.

Essa bactéria também tem papel importante na ocorrência de pneumonias e outras infecções respiratórias na criança menor de 5 anos.


2 – Por que tomar a vacina?

Desde o início do uso da vacina o número de casos de doença invasiva por esta bactéria diminuiu mais de 99%. É notório o que aconteceu no Brasil em relação à meningite por hemófilo. Diminuição muito acentuada.


3 – Quem deve ser vacinado e quando?

Existem várias marcas diferentes de vacina do hemófilo (Hib) disponíveis. Seu filho receberá 2 ou 3 doses, dependendo da vacina que será usada.

Geralmente as doses são recomendadas nas seguintes idades:

Primeira dose: 2 meses de idade

Segunda dose: 4 meses de idade

Terceira dose: 6 meses de idade (se necessário, dependendo da marca da vacina)

Dose de reforço: 12-15 meses de idade

A vacina Hib pode ser tomada ao mesmo tempo que outras vacinas.

A vacina Hib pode ser tomada como parte de uma vacina combinada. As vacinas combinadas possuem dois ou mais tipos de vacinas combinados em uma só injeção para que uma só aplicação da vacina possa proteger contra mais de uma doença, como por exemplo as vacina pentavalente que protege contra 5 doenças: difteria, tétano, coqueluche, paralisia infntil e hemófilo.

Crianças com mais de 5 anos de idade e adultos normalmente não precisam de vacina Hib. Mas ela pode ser recomendada para crianças maiores ou adultas com doença falciforme, antes de uma cirurgia para retirar o baço, ou após um transplante de medula óssea. Ela também pode ser recomendada para pessoas de 5 a 18 anos de idade com HIV (vírus da imunodeficiência humana).


4 – Quem não deve tomar a vacina?

• A vacina Hib não deve ser aplicada em bebês com menos de 6 semanas de idade.

• Uma pessoa que já tenha tido uma reação alérgica após uma dose anterior da vacina Hib, ou que tenha alergia grave a qualquer componente desta vacina, não deve tomar a vacina Hib. Informe a pessoa que aplicar a vacina sobre quaisquer alergias graves.

• As pessoas que estiverem levemente doentes podem tomar a vacina Hib.

• As pessoas que estiverem moderada ou gravemente doentes devem esperar até que se recuperem.


5- Quais são os riscos da vacina

Como qualquer remédio, inclusive vacinas, pode haver efeitos colaterais.  São geralmente leves e desaparecem por si. Reações sérias são muito raras.  A maioria das pessoas que toma a vacina Hib não apresenta nenhum problema.

Problemas leves após a vacina Hib: vermelhidão, calor ou inchaço no local da injeção, febre. Esses problemas são incomuns. Se ocorrerem, eles geralmente começam logo depois da injeção e duram 2 ou 3 dias.

Reações alérgicas graves são muito raras. Estima- se que ocorram em menos de 1 em um milhão de doses e, se houver uma reação alérgica, esta acontecerá dentro de alguns minutos a algumas horas após a vacinação.

Crianças maiores, adolescentes e adultos também podem apresentar desmaio por stress emocional após qualquer vacina. Deitar a pessoa e levantar suas pernas ajuda a recuperação desses desmaios em poucos minutos.


6 – E se houver uma reação grave?

Os sinais de uma reação alérgica grave podem incluir urticária generalizada, inchaço de olhos e lábios (edema de Quinck), palidez intensa, dificuldade para respirar, batimentos cardíacos acelerados, tontura e fraqueza (choque anafilático). Esses sintomas geralmente começam alguns minutos a algumas horas depois da aplicação da vacina.


O que eu devo fazer?

Se achar que os sintomas indicam uma reação alérgica grave ou outra emergência que não pode esperar dirija-se ao hospital mais próximo e comunique ao seu médico.