Meningite meningocócica

MENINGITE MENINGOCÓCICA DOS SOROGRUPOS A, C, W, Y

 

1 – O que é a doença meningocócica?

 A doença meningocócica é uma doença grave causada por um tipo de bactéria denominada Neisséria meningitidis ou meningococo. Pode causar a meningite (infecção das membranas que revestem o cérebro e a medula espinhal) e infecções do sangue. A doença meningocócica muitas vezes manifesta- se sem aviso – mesmo em pessoas saudáveis.

A meningite pode ser transmitida de pessoa para pessoa por contato próximo (tosse ou beijo) ou por contato prolongado, principalmente entre pessoas que moram na mesma casa.

Existem pelo menos 12 tipos de meningococo classificados como “sorogrupos”. Os sorogrupos A, B, C, W e Y causam a maioria das doenças meningocócicas.

Qualquer pessoa pode contrair a doença meningocócica, mas certas pessoas têm um risco mais elevado, tais como:

• Bebês com menos de um ano de idade

• Crianças até 9 anos de idade.

• Adolescentes e adultos jovens de 16 a 23 anos de idade.

• Pessoas com certos problemas de saúde que afetam o sistema imunológico.

• Microbiologistas e pessoal técnico de laboratório que trabalham rotineiramente com amostras isoladas de meningococo.

• Pessoas que estejam em risco devido a um surto na comunidade

• Pessoas que vão viajar para áreas de risco.

 

2 – Por que tomar a vacina?

 Mesmo quando tratada, a doença meningocócica mata 10 a 15 pessoas em cada 100 pessoas infectadas. Das que sobrevivem, cerca de 10 a 20 em cada 100 pessoas sofrem de deficiências, tais como perda da audição, danos cerebrais, danos renais, amputações de membros, problemas do sistema nervoso ou cicatrizes profundas decorrentes de enxertos cutâneos.

As vacinas contra Meningite Meningocócica ACWY podem ajudar a prevenir a doença  causada pelos sorogrupos A, C, W e Y.

 

3 – Quem deve ser vacinado e quando?

• Crianças entre 2 e 23 meses de idade, adolescentes e adultos podem ser vacinados.

• Crianças a partir de 2 meses de idade recebem 3 doses com 2 meses de intervalo entre as doses e um reforço entre 12 a 15 meses.

• As crianças e os adolescentes devem ser priorizados. Adultos em áreas de risco ou que têm alguma doença que leve à deficiência do sistema imunológico também devem receber a vacina.

• São recomendadas duas doses da vacina MenACWY como rotina para adolescentes de 11 a 18 anos de idade: a primeira dose aos 11 ou 12 anos, com uma dose de reforço aos 16 anos de idade. Alguns adolescentes, incluindo os adolescentes com HIV, devem receber doses adicionais.

 

4 – Quem não deve tomar a vacina?

Caso já tenha tido uma reação alérgica após uma dose anterior da vacina MenACWY, ou se tiver uma alergia grave a qualquer componente dessa vacina, você não deverá ser vacinado. Seu médico poderá lhe informar sobre os componentes da vacina.

• Se você estiver grávida ou amamentando.

Não existem muitas informações sobre os riscos potenciais desta vacina para mulheres grávidas ou que estejam amamentando. Ela só deve ser usada durante a gravidez se for realmente necessário.

• Se estiver ligeiramente adoentado(a), por exemplo, com um resfriado, você pode tomar a vacina. Se estiver moderada ou gravemente doente, você deve provavelmente aguardar até estar plenamente recuperado(a). Seu médico pode orientá-lo(a).

 

5 – Quais são os riscos da vacina?

Como ocorre com qualquer medicamento, inclusive com vacinas, é possível ocorrer efeitos colaterais. Geralmente eles são brandos e desaparecem espontaneamente em poucos dias, mas também é possível ocorrer reações graves.

Mais da metade das pessoas que tomam a vacina MenACWY têm problemas brandos após a vacinação, como vermelhidão ou sensibilidade no local da injeção. Se esses problemas ocorrerem, podem durar cerca de um a dois dias.

Uma pequena porcentagem de pessoas que recebem a vacina apresenta febre.

                                               

6 – E se houver uma reação grave?

 Sinais de uma reação alérgica grave podem incluir pápulas em forma de colmeia pelo corpo (urticária), inchaço de lábios e olhos (edema de Quinck), palidez intensa, dificuldade para respirar, batimentos cardíacos acelerados, tontura e fraqueza (choque anafilático). Esses sintomas se apresentariam alguns minutos ou algumas horas depois da aplicação da vacina.

• O que eu devo fazer?

Se achar que os sintomas indicam uma reação alérgica grave ou outra emergência que não pode esperar dirija-se imediatamente a um hospital mais próximo e comunique ao seu médico.