Raiva

RAIVA

1 – O que é a Raiva?

A Raiva é uma doença grave causada por um vírus, usualmente afetando os animais silvestres, que uma vez contaminados podem transmitir a doença para os seres humanos através de mordidas.

Num primeiro momento a doença é assintomática, mas semanas (ou até meses) após a mordida pode causar dor, fadiga, dor de cabeça, febre e irritação. Em seguida pode causar convulsões, alucinações, paralisia, podendo levar `a morte.

Morcegos, cachorros, gatos, gambás, esquilos e ratos são os maiores transmissores da doença.


2 – Por que tomar a vacina?

A vacina previne contra a doença mesmo após exposição recente ao vírus.


3 – Quem deve ser vacinado e quando?

A vacina é recomendada para quem está em contato permanente com esses animais e também para quem foi exposto `a situação de risco.
A vacinação preventiva é feita em 3 doses, sendo que a segunda dose 7 dias após a primeira, e a terceira entre 21 e 28 dias após a primeira dose.
A vacinação pós-exposição ao vírus é feita em 4 doses, sendo a segunda dose 3 dias após a primeira, a terceira dose 7 dias após a primeira e a quarta dose 14 dias após a primeira. A pessoa deve também tomar uma dose de imunoglobulina rábica junto com a primeira dose.
Um pessoa vacinada que é exposta ao vírus deve tomar duas doses da vacina, uma logo após `a exposição e a segunda 3 dias depois. Não é necessária imunoglobulina.


4 – Quem não deve tomar a vacina?

Quem tenha tido uma reação alérgica com risco de morte a uma dose da vacina contra Raiva não deverá tomar outra dose.
Verifique com o médico se o sistema imune está enfraquecido por causa de:

• HIV/AIDS ou alguma outra doença que afete o sistema imune

• tratamento com medicamentos como esteroides
• câncer, ou tratamento de câncer com raios-X ou medicamentos
Uma vez exposto ao vírus da Raiva você deve ser vacinado a despeito de quaisquer doenças que possa ter.


5 – Quais são os riscos da vacina?

Com uma vacina, como com qualquer remédio, há uma possibilidade de haver efeitos colaterais. Esses efeitos são geralmente leves e desaparecem por si. Efeitos colaterais sérios também são possíveis, mas são raros.
Problemas que podem acontecer depois de qualquer vacina:
• Qualquer medicação pode causar uma reação alérgica grave. Essas reações a uma vacina são muito raras. Estima-se que ocorram em menos de 1 em um milhão de doses e, se houver uma reação alérgica, ela normalmente acontece dentro de alguns minutos a algumas horas depois da aplicação da vacina.

Como acontece com qualquer remédio, existe uma possibilidade muito remota de uma vacina causar dano sério ou morte.
A segurança das vacinas é monitorada continuamente.


6 – E se houver uma reação grave?

Qualquer coisa preocupante, como sinais de uma reação alérgica grave, febre muito alta ou mudanças de comportamento.
Sinais de uma reação alérgica grave podem incluir manchas em forma de colmeia pelo corpo, inchaço do rosto e da garganta, dificuldade para respirar, batimentos cardíacos acelerados, tontura e fraqueza. Esses sintomas se apresentariam alguns minutos ou algumas horas depois da aplicação da vacina.


O que eu devo fazer?
Se achar que os sintomas indicam uma reação alérgica grave ou outra emergência que não pode esperar leve a pessoa para o hospital mais próximo e comunique ao seu médico.