Prophylaxis – Clínica de Vacinação

7 de abril de 2021 – Dia Mundial da Saúde

Construindo um mundo mais justo e saudável para todos

fonte: https://www.who.int/westernpacific/news/events/detail/2021/04/07/western-pacific-events/world-health-day-2021

Nos últimos anos, alguns países experimentaram rápido crescimento econômico, migração e urbanização. Isso criou oportunidades para uma vida melhor para muitos, mas deixou outros para trás. A pandemia COVID-19 minou os ganhos recentes com a saúde, empurrou mais pessoas para a pobreza e a insegurança alimentar e ampliou as desigualdades de gênero, sociais e de saúde.
Neste Dia Mundial da Saúde, estamos convocando ações para eliminar as iniquidades na saúde, como parte de uma campanha global de um ano para reunir as pessoas para construir um mundo mais justo e saudável. A campanha destaca o princípio constitucional da OMS de que “gozar do mais alto padrão de saúde possível é um dos direitos fundamentais de todo ser humano, sem distinção de raça, religião, crença política, condição econômica ou social”.
O mundo ainda é desigual. Os lugares onde vivemos, trabalhamos e nos divertimos podem fazer com que seja mais difícil para alguns alcançar seu potencial pleno de saúde, enquanto outros prosperam. As iniquidades em saúde não são apenas injustas, mas também ameaçam os avanços feitos até o momento e têm o potencial de aumentar em vez de diminuir as lacunas de equidade.
No entanto, as iniquidades em saúde são evitáveis com estratégias que dão mais atenção à melhoria da equidade em saúde, especialmente para os grupos mais vulneráveis e marginalizados. A COVID-19 atingiu duramente todos os países, mas seu impacto foi mais severo nas comunidades que já eram vulneráveis, que estão mais expostas à doença, com menor probabilidade de ter acesso a serviços de saúde de qualidade e maior probabilidade de sofrer consequências adversas como resultado das medidas implementadas para conter a pandemia.
É por isso que a OMS pede aos líderes que garantam que as comunidades estejam na vanguarda dos processos de tomada de decisão à medida que avançamos para um novo futuro e que todos tenham condições de vida e de trabalho que conduzam a uma boa saúde. Ao mesmo tempo, pede aos líderes que monitorem as iniquidades em saúde e garantam que todas as pessoas tenham acesso a serviços de saúde de qualidade, dependendo de suas necessidades e valores em suas comunidades.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *