Prophylaxis – Clínica de Vacinação

Febre Amarela

1 – DOENÇA
Doença viral transmitida por mosquitos, a Febre amarela compromete órgãos vitais e pode ser grave e fatal.

2 – QUEM E QUANDO DEVE SER VACINADO
“Todas as crianças a partir dos 9 meses, adolescentes e adultos (até 59 anos de idade) devem se vacinar.”
Existem 2 tipos de vacina contra a Febre amarela:

Vacina de dose plena ou inteira
Vacina de dose fracionada
Esquema de vacinação:
A Organização Mundial da Saúde considera atualmente que apenas uma dose da vacina de dose plena, a partir dos 9 meses de idade, é suficiente para conferir proteção por toda a vida, recomendação esta adotada hoje pelo Ministério da Saúde do Brasil.

Viajantes se dirigindo ao Brasil:
– O Brasil exige o “certificado internacional de vacinação contra a febre amarela” de todas pessoas a partir dos 9 meses de idade que estejam vindo dos seguintes países: Angola e República Democrática do Congo.
– O Brasil recomenda que todas as pessoas entrando em nosso país devem fazer a vacina contra a Febre amarela.
Viajantes saindo do Brasil:
– O “certificado internacional de vacinação contra a febre amarela” é exigido somente pelos países onde existe a transmissão ou o risco da transmissão da doença. Ex: Angola, Austrália, Bahamas, Bolívia, China, Costa Rica, Egito, Índia, Indonésia, Tailândia, entre outros.
IMPORTANTE: A vacinação de viajantes deve ser feita até 10 dias antes da viagem e a vacina utilizada deve ser a vacina de dose inteira.

3 – QUEM NÃO DEVE SER VACINADO
– Pessoas com doenças infecciosas em fase aguda ou com febre
– Pessoas com história de reação grave (incluindo alérgica) a uma dose anterior da vacina ou a algum de seus componentes, incluindo ovo (vide bula).
– Gestantes e mulheres que estão amamentando crianças menores de seis meses de idade (considerar a vacinação somente em caso de alto risco de adquirir a doença; nestes casos uma liberação médica é necessária).
– Pessoas com doenças que afetam o sistema imunológico (Ex: HIV/AIDS, câncer entre outras) ou em uso de medicação / tratamento imunossupressor.
– Crianças abaixo dos 9 meses de idade e adultos a partir dos 60 anos (considerar a vacinação entre 6 meses e 9 meses de idade e acima de 60 anos somente em caso de alto risco de adquirir a doença; nestes casos uma liberação médica é necessária).