Prophylaxis – Clínica de Vacinação

Haemophilus b

Doença

O Haemophilus influenzae do tipo b (Hib) é uma bactéria que causa doença invasiva e grave, principalmente em crianças abaixo dos 5 anos de idade. É transmitida de pessoa a pessoa por via respiratória e pode causar meningite, pneumonia e epiglotite.

QUEM E QUANDO DEVE SER VACINADO

“Toda criança entre 2 meses de idade e 5 anos deve ser vacinada contra o Haemophilus b.”

Existem várias formulações de vacina contra o Hemophilus b:
• Vacina isolada:
Vacina contra o Haemophilus b.

Vacinas combinadas:
• Vacina pentavalente (DTaP + Polio + Hib / uso infantil):
vacina combinada contra Difteria, Tétano, Coqueluche acelular,
Poliomielite e Haemophilus b.
• Vacina hexavalente (DTaP + Polio + Hib + Hepatite B / uso infantil): vacina combinada contra Difteria, Tétano, Coqueluche acelular, Poliomielite, Haemophilus b e Hepatite B.

As vacinas combinadas possuem dois ou mais tipos de vacinas contra doenças diferentes combinadas em uma só formulação possibilitando, em uma só aplicação, a proteção contra várias doenças.

Esquema de vacinação:
• Crianças a partir de 2 meses de idade:
devem receber 3 doses da vacina (aos 2, 4 meses e 6 meses) e 1 dose de reforço entre 12-15 meses de idade. Normalmente a vacina utilizada nesta faixa etária é uma vacina combinada.
Ex: Vacina pentavalente (DTaP + Polio + Hib / uso infantil) ou Vacina hexavalente (DTaP + Polio + Hib + Hepatite B / uso infantil)
Vacinação de crianças acima de 5 anos e adultos: é indicada somente para pessoas com certas doenças clínicas (Ex: Doença pulmonar obstrutiva crônica, esplenectomia e diabetes). Normalmente a vacina utilizada nesta faixa etária é a vacina isolada: Vacina contra o Haemophilus b.

QUEM NÃO DEVE SER VACINADO

• Pessoas com doenças infecciosas em fase aguda ou com febre.
• Pessoas com história de reação grave (incluindo alérgica) a uma dose anterior da vacina ou a algum de seus componentes (vide bula).
• Crianças com menos de 6 semanas de idade.
• Gestantes (considerar a possibilidade nos grupos de risco; um médico deve ser consultado.